O PT Paulista vem a público denunciar a arbitrariedade que foi a prisão preventiva do ex-vereador de Diadema, Manoel Eduardo Marinho (PT),  conhecido como Maninho, e de seu filho, Leandro.

O que vemos é uma tentativa arbitrária de transformar em dolo uma fatalidade resultado da reação ao ódio e a onda de violência gratuita que busca criminalizar a política e legitimar os desmandos do Judiciário.

Recentemente, presenciamos atos de violência contra nossos companheiros, como os tiros disparados contra a caravana de Lula, ainda na caravana, o ex - presidente estadual do PT – SP, Paulo Frateschi leva pedrada e tem orelha macerada, os tiros disparados contra companheiras e companheiros no acampamento Marisa Letícia. Mas esses e outros ataques passaram despercebidos por parte do judiciário.

O nosso povo está sendo constantemente criminalizado, seja pela grande mídia e/ou por setores do poder judiciário. Sendo assim, o que fica explícito com esta decretação de prisão preventiva ilegal é o uso de um instrumento jurídico para atender a finalidades políticas. Para o ex-vereador Manoel Eduardo Marinho e seu filho, num caso de fatalidade, afasta-se a presunção de inocência, o devido processo legal e as garantias constitucionais.

Temos, portanto, mais uma vez, o Estado Democrático de Direito curvando-se à arbitrariedade.

Todo apoio e solidariedade aos companheiros Maninho e Leandro.

Diretório Estadual do PT - SP.

Ler 48 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…